O bem Fazer, a tradição , qualidade, confiança, amor e dedicação
estão presentes nos valores transmitidos de avós para filhos e de filhos para netos.

A SERRANA

  • A Nossa Missão
    É desenvolver, produzir e comercializar os melhores enchidos, de forma a exceder todas as expectativas dos nossos clientes, oferecendo-lhes momentos únicos de degustação.
  • Assim a nossa Visão :
    É ser uma empresa de referência, qualidade e com elevados padrões de segurança alimentar, permitindo-nos crescer de forma sustentada, dando valor aos nossos clientes, fornecedores, colaboradores e instituições em geral.
  • Cultura e Sistema de Valores
    Os nossos negócios regem-se pelas seguintes ações e comportamentos: honestidade, integridade, respeito, responsabilidade, qualidade e paixão.

NO CORAÇÃO DE SEIA-SERRA DA ESTRELA
cronologia histórica da nossa marca

1972

A Serrana possui uma longa tradição . Os seus fundadores José Manuel Amaral e sua esposa Maria Antonieta Amaral eram proprietários de um grande armazém em Angola, aonde vendiam, entre outros, vários produtos artesanais como o chouriço de carne e o chouriço de cebola – a longa tradição familiar de produção de pequenas quantidades de enchido foi crucial para o despertar desta paixão.

1975

Regressaram a Portugal, aquando da Guerra Colonial, começando a trabalhar no comércio de carne em talhos. Em paralelo com a venda de carne, retomaram a produção e venda de enchidos artesanais, estabelecendo, de forma progressiva, clientes no sector da hotelaria, alguns restaurantes regionais da Serra da Estrela, escolas e instituições de solidariedade social.

1997

Face ao aumento da procura, nesse ano, vendem os talhos, passando a dedicar-se a tempo inteiro à produção de enchidos artesanais. Um ano mais tarde, a empresa é licenciada com o PTITR 229.
Os seus produtos passam a ser vendidos a nível nacional e internacional.

1998

A Serrana, face ao seu crescimento no mercado, amplia a empresa e passa a comercializar os seguintes produtos – Chouriço Tradicional Extra de carne, Chouriço de Carne de Vinho, Chouriço de Carne de Lavrador, Chouriço de Carne de Camponês, Chouriço Tradicional de Cebola, Morcela de Sangue Tradicional, Morcela de Arroz, Morcela de Sangue Seca, Alheira, Farinheira de Pão, Farinheira Doce, Farinheira de Farinha, Paio do Lombo, Paiola do Lombo, Paiola Recheada e o Bucho Típico.

2006

A Serrana obtém a licença para o fabrico de salsicha fresca, alargando o leque de produtos comercializados.
Também neste ano apresenta um projeto de candidatura ao Programa para a Promoção dos Ofícios e das Microempresas Artesanais, o qual foi aprovado, obtendo assim a licença de Unidade Produtiva Artesanal e Carta de Artesão, certificando o processo produtivo artesanal.

2008

A Serrana lança no mercado mais um produto: o Lombo fumado e o Butelo, tendo sido muito bem recebido pelo público.

2010

Registo da marca “ A Serrana” e Logotipo junto do Instituto Nacional de Propriedade Industrial, conferindo-lhe um direito exclusivo que permite impedir que terceiros, sem o seu consentimento, produzam, fabriquem, vendam ou explorem economicamente o sinal protegido.